Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
6

Indústria audiovisual em Portugal perde no mínimo 200 milhões de euros por ano com pirataria

De acordo com Paulo Santos, os números estimados são por baixo, sendo certo que daquele montante o Estado perde o IVA e o IRC sobre os 'royalties'.
Lusa 15 de Agosto de 2021 às 11:04
Pirataria
Pirataria FOTO: iStockPhoto
A indústria audiovisual em Portugal "perde, no mínimo, 200 milhões" de euros por ano com a pirataria, afirma, em entrevista à Lusa, o diretor-geral da Fevipe - Associação Portuguesa de Defesa de Obras Audiovisuais, Paulo Santos.

De acordo com o responsável, os números estimados são por baixo, sendo certo que daquele montante o Estado perde o IVA e o IRC sobre os 'royalties'.

Paulo Santos, que também é presidente da MAPiNET, cita um trabalho da consultora britânica MUSO, que demonstra que em Portugal, no ano passado, "registaram-se mais 55 milhões de visitas a 'websites' ilegais", na sequência do confinamento.

Indústria audiovisual Portugal milhões de eros
Ver comentários