Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Nascimentos caem 25% nas últimas duas décadas em Portugal com exceção do Algarve

Comparando 2001 com 2020 relativamente aos nados-vivos de mães residentes em Portugal, a maior redução foi registada na região autónoma da Madeira.
Lusa 6 de Agosto de 2021 às 09:33
Primeiro semestre do ano com menos nascimentos desde 1989
Primeiro semestre do ano com menos nascimentos desde 1989 FOTO: Getty Images
O número de nascimentos em Portugal registou um decréscimo de 25,1% nas últimas duas décadas, passando de 112.774 em 2001 para 84.426 em 2020, com todas as regiões a acompanharem essa tendência, à exceção do Algarve, que aumentou 3,8%.

Segundo dados da PORDATA analisados pela agência Lusa, comparando 2001 com 2020 relativamente aos nados-vivos de mães residentes em Portugal, a maior redução foi registada na região autónoma da Madeira (-41,1%), que passou de 3.160 para 1.860; seguindo-se o Norte (-35,2%), de 41.471 para 26.856; os Açores (-32,8%), de 3.129 para 2.102; o Centro (-29,7%), de 22.415 para 15.738; o Alentejo (-21,6%), de 6.825 para 5.347; e a Área Metropolitana de Lisboa (-10,7%), de 31.604 para 28.200.

Por região, o Algarve foi a única a aumentar o número de bebés, passando de 4.164 em 2001 para 4.323 em 2020 (3,8%).

Portugal Algarve questões sociais população
Ver comentários
}