Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Três dos cinco setores do fogo em Odemira ainda estão ativos

De acordo com a Proteção Civil não existem habitações em perigo.
Lusa 19 de Agosto de 2021 às 14:11
O incêndio que lavra há mais de 24 horas no concelho de Odemira estava, às 12h15, a ser combatido por 694 operacionais e tinha cinco setores, mas só três ativos, não havendo habitações em perigo, segundo a Proteção Civil.

"Consideramos o incêndio ativo", disse àquela hora o comandante operacional distrital de Beja (CODIS) da Proteção Civil, Carlos Pica, num 'briefing' aos jornalistas, em Sabóia, concelho de Odemira, onde está instalado o posto de comando do combate ao fogo.

Segundo o responsável, às 12h15, o combate às chamas envolvia 694 operacionais, apoiados por 233 veículos e 10 meios aéreos.

O incêndio, que ainda não saiu do concelho de Odemira, tem cinco setores, sendo que três estão ativos, um está em vigilância e o outro encontra-se dominado, precisou, frisando que a área onde o fogo atualmente está ativo "não tem qualquer habitação".

Por isso, indicou, "não há habitações em perigo" e não está prevista a retirada preventiva de pessoas de casas nas próximas horas.

 

Odemira Proteção Civil acidentes e desastres incêndios
Ver comentários