Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Guarda prisional diz que não deu conta de matar PSP em Évora

António Doce foi assassinado quando tentava travar agressões a mulher.
J.L. 1 de Outubro de 2021 às 08:52
Fortuna Malengue está acusado de homicídio
António Doce ajudava mulher
Fortuna Malengue está acusado de homicídio
António Doce ajudava mulher
Fortuna Malengue está acusado de homicídio
António Doce ajudava mulher
José Fortuna Malengue, o guarda prisional que atropelou mortalmente António Doce, agente da PSP de Évora que fora de serviço tentou travar o homem que agredia a mulher, a 12 de dezembro, disse esta quinta-feira, na primeira sessão do julgamento, que quando arrancou com a viatura viu que tinha batido em algo, mas que não sabia tratar-se de uma pessoa.

A mulher do arguido confirmou que foi arrastada pelos cabelos.

O Ministério Público diz que Malengue agiu de forma fria e crua. Está acusado de homicídio qualificado, violência doméstica e ofensas à integridade física.
Ver comentários
}