Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Agricultores afetados por fogos em Odemira e Monchique já podem reportar prejuízos

Ministério da Agricultura garante estar "a acompanhar a situação".
Lusa 19 de Agosto de 2021 às 12:49
Incêndio em Odemira
Incêndio em Odemira FOTO: CMTV
Os agricultores afetados pelo incêndio nos concelhos de Odemira e Monchique já podem reportar os prejuízos causados, para avaliar a possibilidade de acionar eventuais apoios, anunciou hoje o Ministério da Agricultura.

Em comunicado, o Governo avança que este reporte deve ser feito nas páginas de internet da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Alentejo (DRAP Alentejo) e da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve (DRAP Algarve) ou, em alternativa, nas instalações das entidades.

O Ministério da Agricultura garante estar "a acompanhar a situação, através das duas direções regionais, que farão o levantamento das perdas, de modo a avaliar a possibilidade de acionar eventuais apoios".

O fogo que deflagrou na tarde de quarta-feira em Odemira, no distrito de Beja, estendeu-se ao concelho de Monchique, no Algarve, e envolveu mais de 650 operacionais e nove meios aéreos no seu combate, segundo fonte da Proteção Civil.

As chamas já obrigaram a retirar 17 pessoas nos concelhos de Odemira, Monchique e Silves e provocaram um ferido grave, um civil de 20 anos que sofreu queimaduras e foi transportado para o hospital, tendo ainda um bombeiro sido assistido no local, por ter sofrido uma entorse, segundo a mesma fonte.

O presidente da Câmara Municipal de Monchique, Rui André, disse à Lusa que o incêndio continua ativo e que as operações de combate e de consolidação vão continuar ao longo do dia de hoje e provavelmente nos próximos, "porque é necessário percorrer todo o perímetro da área ardida, com máquinas de rasto".

Ver comentários