Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Bolsonaro acusado de proferir “piadas sexuais” e “referências jocosas aos portugueses” em almoço com Marcelo

Associação refere episódio que terá ocorrido em Brasília durante encontro entre os presidentes de Portugal e do Brasil.
16 de Agosto de 2021 às 20:13
Marcelo Rebelo de Sousa na visita ao Palácio da Alvorada, Brasília onde se encontrou com Bolsonaro
Marcelo Rebelo de Sousa na visita ao Palácio da Alvorada, Brasília onde se encontrou com Bolsonaro FOTO: Rui Ochoa/Presidência da República
A Associação pela Fraternidade Portugal-Brasil, uma agremiação cuja atividade é praticamente desconhecida, acusa o presidente brasileiro Jair Bolsonaro de ter proferido "piadas de cunho sexual" e "referências jocosas ao povo português" durante um almoço com Marcelo Rebelo de Sousa, em Brasília.

Numa "Nota de Repúdio" datada de 7 de agosto, a associação refere que durante o almoço com o presidente de Portugal Jair Bolsonaro proferiu "comentários muito distantes do que se espera de um estadista".

O referido comunicado não teve relevância pública até que neste domingo o cronista Lauro Jardim, do jornal carioca "O Globo" escreveu que Marcelo "e comitiva saíram constrangidos de almoço com Bolsonaro". Escreveu o cronista que "por duas vezes, Bolsonaro fez o papel de tiozão do churrasco e contou piadas de cunho sexual à mesa" com Marcelo Rebelo de Sousa. Contactada pelo CM, a Presidência da República optou por não tecer quaisquer comentários a este caso.
Ver comentários