Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
6
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Rui Pereira

Xeque ao PCP

O Bloco pode obter melhores resultados nacionais, mas não consegue penetrar nesses domínios.

Rui Pereira 27 de Setembro de 2021 às 03:46
Autarquias e sindicatos são duas bases em que assenta a força e a especificidade do PCP. O Bloco pode obter melhores resultados nacionais, mas não consegue penetrar nesses domínios.

Mas é neles que o PCP está hoje em xeque. O movimento sindical é ameaçado por forças rebeldes inorgânicas e as autarquias iniciaram a migração para a direita ou para a esquerda moderada.

O movimento atingiu o ponto crítico há quatro anos, quando a CDU perdeu dez municípios. Agora, Loures, Setúbal, Évora, Alvito, Vidigueira e Mora estão em risco e a CDU não conseguiu recuperar Almada, apesar de ter apostado numa candidata com prestígio e provas dadas.

O moderado êxito de João Ferreira não apaga o insucesso geral. Só reforça a candidatura à sucessão de Jerónimo.
Rui Pereira opinião
Ver comentários