Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
2
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Paulo João Santos

Um sem nunca acabar

O maior erro na gestão da pandemia foi dar poder à Direção-Geral da Saúde.

Paulo João Santos 2 de Setembro de 2021 às 00:31
O maior erro na gestão da pandemia foi dar poder à Direção-Geral da Saúde.

Foi um ano e meio de decisões erráticas, sem sentido, de quem não estava preparado. O caos nas urgências, o atraso enorme nas consultas de diagnóstico, o drama do cidadão que recorre aos serviços públicos sem saber se é atendido, a vida zombie de muitos setores de atividade, são sintomas de um Portugal que se deixou aprisionar pela ditadura sanitária, da qual o poder político tardou a libertar-se e, ainda assim, não completamente.



Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Direção-Geral da Saúde questões sociais política governo (sistema) Iniciativa popular
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas