Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
8
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Luísa Jeremias

Nada a esconder

Rangel percebeu que está em 2021 com o tabu sexual quebrado.

Luísa Jeremias 5 de Setembro de 2021 às 00:30
Desde 2002 - quase 20 anos - que não se via nada assim. Em 2020 Morais Sarmento deu uma entrevista televisiva na qual assumiu todo o passado de toxicodependência.

Sarmento preparava-se para ser ministro. 19 anos depois, outro político do PSD, Paulo Rangel escolheu uma entrevista “intimista” na SIC para falar das suas opções sexuais, explicando que só o faz agora por respeito aos pais, que quem tinha de saber, já sabia e que, como concluiu, o seu “sonho acaba tarde” - como diz a canção ‘O Pastor’ dos Madredeus.





Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso à edição digital e a todos os conteúdos exclusivos do site no pc, tablet e smarphone
Assine já 1 mês/1€
Para ler este e todos os EXCLUSIVOS DE HOJE no site 1€ (IVA incluído)
UTILIZE O
Morais Sarmento PSD Paulo Rangel política questões sociais dependência eleições
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas