Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
1
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

Francisco José Viegas

Blog

Há qualquer coisa de justiça poética e humana na vitória de Carlos Moedas em Lisboa.

Francisco José Viegas 28 de Setembro de 2021 às 01:30
Há qualquer coisa de justiça poética e humana na vitória de Carlos Moedas em Lisboa – e nada disto tem a ver com a luta partidária. Moedas foi dado como o perdedor típico: voz de adolescente tardio, figura de adolescente, modos educados de quem raramente se enfurece.

Nada faria prever que Moedas triunfasse num mundo em que os vencedores são talhados pelas máquinas partidárias (o seu grupo de estrategas não está ligado à direção do partido), pela capacidade de prometer o que não podem e de oferecer o que não têm, e pela competência para parecer bonacheirão e amigalhaço em qualquer circunstância.





Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso à edição digital e a todos os conteúdos exclusivos do site no pc, tablet e smarphone
Assine já 1 mês/1€
Para ler este e todos os EXCLUSIVOS DE HOJE no site 1€ (IVA incluído)
UTILIZE O
Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas