Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já
Piloto morre em corrida de motos no Estoril

F. Falcão-Machado

Que fazer?

É natural que tanto a China como a Rússia tentem uma aproximação cautelosa.

F. Falcão-Machado 17 de Agosto de 2021 às 00:30
O futuro do Afeganistão vai depender da “entente” das principais potências interessadas.

A súbita retirada das forças norte-americanas, mais do que a uma derrota, pareceu corresponder a um cálculo custo-benefício da Administração Biden, desiludida com a falta de empenho dos afegãos na reestruturação de um novo Exército nacional.



Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas
}