Barra Cofina

Correio da Manhã

Colunistas
9
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Diana Ramos

Tempestade perfeita

O aumento das matérias-primas essenciais aos bens que consumimos é a nova dor de cabeça.

Diana Ramos 18 de Junho de 2021 às 00:31
A pandemia, além da terrível crise sanitária que provocou, desencadeou efeitos secundários que têm virado de pernas para o ar a economia mundial. Há quem lhe chame a “tempestade perfeita”. O aumento das matérias-primas essenciais aos bens que consumimos é a nova dor de cabeça. Do milho aos cereais, passando pelo cobre ou pelos fios essenciais ao têxtil, todos os setores estão a senti-lo na pele, como noticiou o ‘Negócios’.



Ver comentários