Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

ONU preocupada com situação "deteriorada" no Saara Ocidental

António Guterres responsabiliza o reinício das hostilidades entre Marrocos e o movimento de independência da Frente Polisario.
Lusa 3 de Outubro de 2021 às 07:15
António Guterres, secretário-geral da ONU
António Guterres, secretário-geral da ONU FOTO: Reuters
A situação no Saara Ocidental "deteriorou-se muito" no ano passado, com o reinício das hostilidades entre Marrocos e o movimento de independência da Frente Polisario e com a pandemia de Covid-19, afirmou o Secretário-Geral da ONU.

Estes dois fatores "alteraram significativamente o ambiente operacional do Minurso (operação da ONU de 235 observadores), limitando a capacidade da missão de cumprir o seu mandato", acrescentou António Guterres, no documento que ainda não foi tornado público e obtido pela agência noticiosa France-Press (AFP).

Dizendo estar "profundamente preocupado" com os acontecimentos do ano passado no Sahara Ocidental, o responsável da ONU afirmou que "o reinício das hostilidades entre Marrocos e a Frente Polisario é um grande revés para se alcançar uma solução política" para este conflito de longa data.

Ver comentários