Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Movimento #Fora Bolsonaro volta a sair à rua em várias cidades portugueses

Estão confirmadas 167 manifestações em 160 cidades brasileiras e em 14 países, como Alemanha, Estados Unidos e Espanha.
Lusa 2 de Outubro de 2021 às 11:38
Protesto contra Bolsonaro junta uma centena de pessoas em Lisboa a gritar 'Fora, genocida'
Protesto contra Bolsonaro junta uma centena de pessoas em Lisboa a gritar 'Fora, genocida' FOTO: Reuters
Várias manifestações vão ocorrer este sábado em cidades portuguesas, como Lisboa, Porto e Braga, em apoio ao movimento brasileiro #ForaBolsonaro, que se mobiliza também este sábado no Brasil e noutros países contra as políticas de Jair Bolsonaro, disseram as organizações dos eventos.

"O objetivo da nossa manifestação é apoiar o movimento #ForaBolsonaro no Brasil. Mesmo a viver fora do país, estamos muito indignados com o que está a acontecer no Brasil, nomeadamente com a má gestão da pandemia de covid-19 e agora com as denúncias de corrupção que estão a surgir" neste contexto, declarou à agência Lusa uma das organizadoras da manifestação deste sábado em Braga, a jornalista Cristina Bighetti.

"Somos um grupo de brasileiros progressistas e de esquerda que vive em Braga e em Portugal. Decidimos juntar-nos para promover ações e apoiar os movimentos no Brasil" contra as políticas do Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse a jornalista.

Em Braga, a manifestação contra as políticas de Jair Bolsonaro -- organizada por vários coletivos de imigrantes brasileiros, como o coletivo Esquerda em Braga, coletivo Marielle e coletivo Anónimas - vai ocorrer na praça da República, diante do chafariz, às 18h00.

"Queremos manifestar-nos contra as privatizações e o marco temporal das terras indígenas [que define que os indígenas só podem manter as terras onde já estavam desde 5 de outubro de 1988], a luta contra o fascismo, entre outros pontos", declarou à Lusa Nádia Almeida, uma das organizadoras da manifestação que vai decorrer este sábado no Porto, no Centro Português de Fotografia, na Cordoaria, às 16h00.

"Vários coletivos estão na organização desta manifestação, incluindo o Comité de Luta Portugal, do qual sou integrante", referindo ainda que vários coletivos e pessoas integram e organizam as inúmeras ações e manifestações que são organizadas no Porto, como o coletivo Estrela, nomeadamente com o apoio do Núcleo do Partido dos Trabalhadores (PT) em Lisboa.

Em Lisboa, duas manifestações vão ocorrer durante este sábado.

Um dos protestos irá decorrer na praça Luís de Camões, às 18h00, organizada pelo coletivo Andorinha -- Frente Democrática Brasileira em Lisboa, a Casa do Brasil de Lisboa, a Queer Tropical - Associação de Apoio à Comunidade LGBTQIA+ Brasileira em Portugal e a Frente Internacional Brasileira Contra o Golpe e Pela Democracia.

A outra manifestação irá decorrer na praça D. Pedro IV, no Rossio, às 17h00, tendo como organizadores o coletivo Alvito, o coletivo Revolu, o Núcleo do PT Lisboa e Partido Comunista do Brasil (PCdoB), contando com participação de diversos partidos e organizações portuguesas.

Segundo o movimento brasileiro #ForaBolsonaro, estão confirmados 167 atos e manifestações em 160 cidades brasileiras e em 14 países.

Entre os países que vão decorrer protestos, para além de Portugal, estão Alemanha, Argentina, Canadá, Estados Unidos, Espanha, França, Inglaterra, Itália, Porto Rico, Suíça, Dinamarca, Bélgica e Áustria.

Segundo o movimento #ForaBolsonaro, várias organizações políticas e entidades sociais estão unidas e comprometidas com a democracia e com o objetivo de estabelecer iniciativas conjuntas na defesa do Brasil e contra as políticas de Bolsonaro.

Ver comentários