Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Enguias em perigo após drogas do festival Glastonbury irem parar ao rio

Investigadores monitorizaram as águas antes, durante e depois da edição de 2019 do festival de música.
Correio da Manhã 29 de Setembro de 2021 às 18:09
Festival de Glastonbury
Festival de Glastonbury FOTO: Getty Images

Um grupo de cientistas encontrou vestígios de drogas ilegais, nomeadamente cocaína e haxixe, no rio Whitelake, que corre junto ao terreno onde se realiza o Festival de Glastonbury, no Reino Unido, em Inglaterra.

De acordo com o jornal The Guardian, os investigadores monitorizaram as águas antes, durante e depois da edição de 2019 do festival de música e descobriram níveis de droga altos o suficiente para colocar em risco os animais que lá habitam, particularmente uma espécie rara de enguia.

Um dos cientistas acredita que este tipo de contaminação acontece em todos os festivais de música e não só no de Glastonbury.

"Infelizmente, a proximidade de Glastonbury ao rio faz com que quaisquer drogas libertadas pelos membros do público", sob a forma de urina, "não tenham tempo de se degradar no solo antes de entrar num ecossistema frágil como o das águas do rio", disse também o investigador.

A organização do festival reagiu às acusações dos cientistas dizendo que a proteção do local é de "extrema importância" e que "urinar em público é a maior ameaça aos caudais e à fauna".

Também em 2019 tinha sido lançada uma campanha em que a organização do Glastonbury apelava aos festivaleiros para que utilizassem as casas de banhos e não urinassem na rua para não contaminar os solos. 

Ver comentários