Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Aeroporto madrileno de Barajas suspende atividade devido a nevão

Foi iniciado o procedimento de reorientação de voos para outros aeroportos fora de Madrid.
Lusa 8 de Janeiro de 2021 às 22:16
Aeroporto Adolfo Suarez Madrid-Barajas
Aeroporto Adolfo Suarez Madrid-Barajas FOTO: Getty Images
A Aena, entidade gestora do Aeroporto Adolfo Suarez Madrid-Barajas, decidiu suspender as descolagens e aterragens devido às más condições da pista e de visibilidade, provocadas pela neve e pela tempestade Filomena.

Em Barajas foi iniciado o procedimento de reorientação de voos para outros aeroportos fora de Madrid.

À agência EFE, fontes próximas do organismo que gere o aeroporto adiantaram que os trabalhos de limpeza da pista vão prosseguir e que as operações serão retomadas assim que as condições meteorológicas sejam mais favoráveis.

A decisão da Aena foi tomada depois de o Enaire, estrutura responsável pelo controlo do tráfego aéreo, ter tomado a opção de iniciar o procedimento de desvio de voos, cerca das 21:15, devido à pouca visibilidade, motivada pela tempestade.

A Aena informa terem sido divergidos onze voos que deveriam aterrar em Barajas: cinco para o aeroporto de Valência, quatro para o aeroporto de Barcelona, um para o aeroporto de Bilbao e um para Alicante.

As fontes consultadas pela EFE referem que hoje, até os voos terem começado a ser divergidos, foi possível operar 350 partidas e chegadas graças à limpeza das pistas.

Em declarações à TVE e à Antena 3, o Ministro dos Transportes, Mobilidade e Agenda Urbana, José Luis Ábalos, afirmou ter sido montado "o dispositivo mais importante da história" para enfrentar os efeitos desta tempestade e pediu à população para não sair de casa se não for estritamente necessário.

Aeroporto Adolfo Suarez Madrid-Barajas Barajas Madrid transportes aviação
Ver comentários