Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Mulher mata companheiro em Luanda depois de a obrigar a fazer sexo oral

Homem, de 34 anos, foi assassinado à facada.
Lusa 1 de Outubro de 2021 às 15:06
Polícia de Angola
Polícia de Angola FOTO: Direitos Reservados
A polícia angolana deteve, no município de Viana, província de Luanda, uma mulher acusada de matar o seu companheiro, à facada, por supostamente a ter obrigado a fazer sexo oral.

Segundo o porta-voz do comando provincial de Luanda da Polícia Nacional, Nestor Goubel, trata-se de um caso de violência doméstica, em que a mulher, de 21 anos, está indiciada da prática do crime de homicídio voluntário com concurso de arma branca.

Nestor Goubel salienta que a vítima, de 34 anos, foi encontrada sem vida, com vários ferimentos na região do pescoço.

"Este crime ocorreu na quarta-feira, por volta das 22:00, no bairro da Fofoca, em Viana", disse Nestor Goubel, salientando que "tratou-se de um casal, que após o ato sexual tiveram umas desavenças, porque a vítima queria continuar com o ato sexual, no caso com sexo oral".

"A jovem rejeitou e criou uma confusão", desferindo o "golpe com faca, que resultou na morte" do homem, acrescentou.

Luanda Viana Nestor Goubel crime lei e justiça polícia
Ver comentários