Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais Sobre
2
Saber mais sobre Jacinto Amaro
00:00 | 04/11

Passo aqui o tempo que a vida me permite

Se dias há que são sagrados, as quintas-feiras são-no de certeza. Sagradas. Rimam com refúgio, o de Jacinto Amaro, e inteiramente dedicadas pelo dirigente da Federação Nacional de Caçadores à sua segunda casa. Rito ou ritual – o quarto dia da semana –, tem sempre destino: a herdade agrícola na aldeia do Ciborro, em Montemor-o-Novo, que a ele pertence. “O refúgio natural para quem gosta do campo”.
Mais notícias