15:00 | 08/09
E se um desconhecido lhe fizer um piropo?

E se um desconhecido lhe fizer um piropo?

Isso é repulsivo, defende a organizadora do debate em que foram discutidas as melhores respostas à "agressão verbal" masculina.
15:01 | 20/01
O inferno português em África

O inferno português em África

A 23 de janeiro de 1963, o PAIGC iniciou a luta armada. Até 1974, mais de três mil portugueses morreram na guerra da Guiné-Bissau.
22:01 | 20/05
Quanto vale um piropo

Quanto vale um piropo

Arte de cortejar ou ‘boca’ machista, o piropo começa a ser discutido também como um delito
00:00 | 08/05
A mão que embala a arma

A mão que embala a arma

Quando os namoros não são aceites, o aviso – cuidado com o pai dela – ainda faz sentido.
00:00 | 07/02
“Violência é inaceitável”

“Violência é inaceitável”

A psicóloga Francisca Rebocho enfatiza o papel dissuasor do cidadão comum na prevenção dos homicídios no seio de relações de intimidade.
00:00 | 22/03
“A maioria dos homicídios ocorre quando a mulher diz 'acabou'"

“A maioria dos homicídios ocorre quando a mulher diz 'acabou'"

Há mulheres que já não estão dispostas a passar uma vida inteira de martírio: queixam-se assim que a agressão começa. O que não muda é a ineficácia na repressão dos agressores. Quando se discute a lei da violência doméstica, Elisabete Brasil, presidente da União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR), alerta para as fragilidades do sistema.
Ver + notícias