Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
2

Ao último dia de campanha, líderes percorrem país e apostam em autarquias-chave

Campanha oficial para as eleições autárquicas de 26 de setembro termina esta sexta-feira à meia-noite.
Lusa 24 de Setembro de 2021 às 07:36
Rui Rio, líder do PSD, numa ação de campanha para as autárquicas
Rui Rio, líder do PSD, numa ação de campanha para as autárquicas FOTO: JOSÉ COELHO_Lusa
No último dia de campanha para as eleições autárquicas, os líderes partidários estão esta sexta-feira um pouco por todo o país, em autarquias-chave que querem reconquistar, manter ou nas quais esperam eleger representantes.

O secretário-geral do PS, António Costa, começa o dia pelas 12h30 com um almoço-comício em Odivelas, seguido de uma descida do Chiado, em Lisboa, com o atual presidente e recandidato à autarquia Fernando Medina, câmara que o PS quer manter.

À noite, Costa marca presença num comício no Porto com o candidato à autarquia e deputado, Tiago Barbosa Ribeiro, e finaliza o dia com novo comício em Viseu.

Rui Rio, num final de campanha pouco tradicional, termina a 'corrida' eleitoral nos Açores. Rio tem previstas duas ações de rua, primeiro na Ribeira Quente seguida de um contacto com a população em Ponta Delgada, onde também terá, às 15, um comício.

O líder social-democrata finaliza o périplo pelo país com novo contacto com a população, desta feita em Arrifes, antes de regressar ao continente.

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, começa o dia juntando-se a um protesto dos trabalhadores da refinaria Galp em frente à Câmara Municipal de Matosinhos, um dos temas 'quentes' da campanha depois de o primeiro-ministro ter dito que a empresa merecia uma "lição exemplar".

A líder bloquista descerá depois a Rua de Santa Catarina, no Porto, numa arruada que culminará no comício de encerramento, já à noite, na Alfândega do Porto.

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, faz a sua última aposta em Setúbal, com um desfile na Moita e novo desfile e comício em Almada -- ex-bastião que os comunistas querem reconquistar aos socialistas. Jerónimo vai a Lisboa para mais um comício na Voz do Operário, mas volta para Setúbal, já para os discursos finais.

Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS-PP, tem marcadas duas arruadas, uma na Pampilhosa da Serra e outra em Oliveira do Hospital (distrito de Coimbra) -- autarquia onde é candidato à Assembleia Municipal.

Será também em Oliveira do Hospital, onde o líder centrista fez várias ações ao longo da campanha, que o CDS-PP terá o seu comício de encerramento.

No Porto, a porta-voz do PAN, Inês de Sousa Real, terá uma ação de sensibilização sobre o isolamento social da população idosa de manhã e segue para Braga para uma "tertúlia sobre a poluição dos rios" e uma ida ao Rio Torto. Depois de participar na greve climática estudantil à tarde, ainda em Braga, o jantar final de campanha será novamente no Porto.

O líder do Chega, André Ventura, arranca o último dia de campanha na Lourinhã e em Mafra para duas arruadas, seguidas de um comício, à tarde, em Almada. Já em Lisboa, Ventura descerá o Chiado até ao Largo do Município e finaliza a agenda com um jantar comício no Pátio da Galé.

João Cotrim Figueiredo, da Iniciativa Liberal, passará o dia por Cascais, com uma arruada e um "mini comício" e segue viagem para Sintra onde terá nova arruada e almoço.

A 'caravana' liberal ruma depois a Oeiras para mais uma arruada, encerrando a campanha já em Lisboa, num evento com a presença do candidato à autarquia da capital, Bruno Horta Soares.

O período de campanha oficial para as eleições autárquicas de 26 de setembro termina esta sexta-feira à meia-noite, antevéspera do dia eleitoral, segundo o calendário divulgado pela Comissão Nacional de Eleições (CNE).

Ver comentários