Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
6

Direito de Resposta de psicóloga de Odemira

Direito de resposta referente à notícia “Castigada por sexo com alunos a ver”.
15 de Outubro de 2020 às 01:30
"Com esta manchete foi publicada na edição de 15.09.2020 do Correio da Manhã notícia completamente falsa e que interessa desmentir. Os factos reportam-se a 26 de junho. As câmaras dos portáteis que iriam ser utilizados não estavam funcionais. Um colega professor que era entendido na matéria prontificou-se a ajudar. O problema foi solucionado 15 minutos antes do início da sessão informativa. Após isso, o colega professor despediu-se e foi à sua vida. Inexistem fotos ou gravações sobre sexo ou “cenas intimais”, pois, os mesmos, nunca sucederam. A sessão começou à hora marcada, 15h00 e decorreu naturalmente. Ao que parece, os alunos aproveitaram os 15 minutos que eventualmente a reclamante estava a aguardar pela hora, para “espiar”, não sabemos se com a anuência de alguns encarregados de educação. Tudo se passou antes do início da sessão, ou seja, a instalação da câmara externa. Não existiram “atos de cariz sexual” como avançado nos noticiários, mas sim duas pessoas que estavam juntas e se despediram. Após a instalação da câmara e da saída do professor, a reclamante sentou-se e aguardou pela hora do início da sessão. Após queixa de uma encarregada de educação foi instaurado processo disciplinar contra a reclamante que deu início a 17 de julho de 2020. No dia 28 de julho, a reclamante foi notificada para comparecer na Escola Secundária de Odemira a fim de depor como arguido no processo disciplinar que foi instaurado. No dia 13 de agosto, a reclamante foi notificada para comparecer no Agrupamento de Escolas de Odemira no dia 18 de agosto, onde foi informada de que o processo havia sido arquivado por inexistência de provas. É completamente descabida, inventada e prejudicial à interessada a imagem que ilustra a notícia na pág. 4 do jornal desse dia”.
José Rocha, advogado

Ver comentários
}