Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Recurso aos bancos dá juros e empate entre Vizela e Santa Clara

Jean Patric e Cassiano marcaram num jogo que valeu pelo segundo tempo.
Abel Sousa 3 de Outubro de 2021 às 10:33
Nuno Moreira, do Vizela, ganha posição e protege a bola, disputada por Luiz Phellype
Nuno Moreira, do Vizela, ganha posição e protege a bola, disputada por Luiz Phellype FOTO: José Reis
No primeiro jogo entre Vizela e Santa Clara para a Liga, as duas equipas proporcionaram este sábado um espetáculo com poucos momentos empolgantes até aos 74 minutos, altura em que os açorianos se colocaram em vantagem, obrigando a uma reação vizelense que acabaria por dar frutos no sexto minuto de compensações, quando Cassiano fez o empate que se afigura como um resultado justo.

O primeiro tempo não foi pródigo em situações passíveis de concretização e o jogo desenrolou-se quase sempre sob o signo do equilíbrio. Após o intervalo houve praticamente um decalque, até que Jean Patric, que havia sido lançado pouco antes por Daniel Ramos, entrou na área e fez um grande golo para o Santa Clara. O banco havia de render juros também ao Vizela. Já depois de Kiko Bondoso e de Raphael Guzzo terem ameaçado, o empate chegou por Cassiano, num lance em que Guzzo foi providencial ao amortecer de cabeça para o avançado brasileiro encostar. Num final frenético, o Santa Clara quase marcava por Cryzan.
Raphael Guzzo Vizela Santa Clara Cassiano Liga desporto futebol
Ver comentários