Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Último tango em Paris: Lionel Messi assina pelo PSG

Craque argentino vai auferir um ordenado anual de 35 milhões. São 97 mil euros por dia. Precisa de apenas dez minutos para receber o salário mínimo em Portugal (665 euros).
João Moniz 11 de Agosto de 2021 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Messi acenou aos adeptos eufóricos à chegada a Paris
Messi chegou esta terça-feira a Paris. À sua espera estavam milhares de adeptos do PSG, o clube que vai gastar uma verdadeira fortuna para juntar o astro argentino à sua constelação de estrelas.

Aos 34 anos, o avançado deixa o clube de toda a vida, depois de não ter chegado a acordo com o Barcelona para renovar contrato. A questão financeira sobrepôs-se aos ditames do coração, pelo que é obrigatório falar de contas.

A imprensa francesa e espanhola garantem que Messi vai receber um prémio de 25 milhões de euros para assinar um contrato de dois anos, com mais um de opção. Mais do que alguma vez um clube português pagou por um jogador (o recorde pertence a Darwin, que custou 24 milhões de euros ao Benfica na época passada).

O jogador argentino vai auferir ainda um ordenado anual líquido de 35 milhões de euros. É qualquer coisa como 2,91 milhões de euros por mês ou 97 mil euros por dia. Na prática, a nova estrela da capital francesa precisará de apenas dez minutos para auferir o equivalente ao salário mínimo nacional em Portugal: são 665 euros e no período temporal referido Messi até soma 675 euros.

Com a responsabilidade de guiar a equipa no que agora parece ser a obrigatória conquista da Liga dos Campeões - face ao acumular de potencial sem precedentes num plantel que custa 225,69 milhões de euros em salários anuais - Messi também lidera a folha de vencimentos: é mais bem pago do que Cristiano Ronaldo (30 milhões de euros na Juventus), por exemplo, ou do que os outros craques do PSG, com Neymar à cabeça.

Pauleta lidera lista com 12 portugueses iniciada por Humberto Coelho e João Alves
Com 109 golos em 211 jogos, Pauleta é o jogador português que mais se destacou no PSG. Foi eleito em 2016 o melhor avançado da história do clube e em outubro passado integrou o melhor onze de sempre. Mas foi Humberto Coelho (1975) o primeiro português a jogar no clube de Paris, seguido de João Alves (1979). A lista inclui ainda Danilo Pereira, Hugo Leal, Kenedy, Filipe Teixeira, Hélder, Gonçalo Guedes, Agostinho, Hélder Batista e Manuel Abreu.

Será apresentado esta manhã
Messi viajou esta terça-feira para Paris a partir de Barcelona, num jato privado, na companhia da mulher, Antonella Roccuzzo. Fez os exames médicos e esta quarta-feira de manhã (10h00) é oficialmente apresentado pelo PSG.



Os primeiros passos de um adeus doloroso
A contas com uma crise económica sem precedentes, o Barcelona foi obrigado a abrir mão de Messi para cumprir o fair-play financeiro imposto pela Liga espanhola. Deixou sair a custo zero um jogador com 35 títulos conquistados ao longo de 17 temporadas na equipa principal e onde fez a formação a partir dos 13 anos. A título de comparação, Cristiano Ronaldo, aquele que foi o seu grande rival neste século (o argentino tem seis Bolas de Ouro e o português tem cinco), amealhou 30 troféus, distribuídos por Sporting (um), Manchester United (nove), Real Madrid (quinze) e Juventus (cinco).
Ver comentários